Vasco

Vasco

quinta-feira, 6 de julho de 2017

TRAGÉDIAS DA COLINA - CANGAÇO

Vasco e América jogavam, em São Januário, pela quarta rodada do Campeonato Carioca. Era a tarde de 3 de setembro e um pênalti marcado pelo juiz Alberto da Gama Malcher provocou um tremendo tumulto. Inconformados, os jogadores vascaínos e o treinador Flávio Costa iniciaram as bagunças. Depois, entraram na confusão dirigentes do clube anfitrião e os seus torcedores, que mataram uma pessoa.
Inconformado pelo que viu, o repórter  Charles Guimarães escreveu  na edição de 14 de setembro da revista “Esporte Ilustrado”: “...voltamos aos velhos tempos do cangaço... para aqueles que aguardaram a Copa do Mundo, a fim de concluir sobre o grau de educação esportiva do nosso povo, o que aconteceu ...deve ter causado profunda decepção...” 
  O Vasco perdeu, por 2 x 3, e o gol que deu a vitória ao América foi marcado por Osvaldinho, cobrando o pênalti que provocou todo o tumulto – Dimas (2) completou o marcador, enquanto Maneca e Ademir descontaram para os donos da casa, que foram: Barbosa, Augusto e Wilson; Eli, Danilo e Jorge; Alfredo, Maneca, Ademir, Ipojucan e Lima. Os americanos, treinados pro Délio Neves, eram: América: Osni, Osmar e Joel; Rubens, Osvaldinho e Godofredo; Natalino, Maneco, Dimas, Ranulfo e Jorginho.

 

 
 

 
 

Um comentário: