Vasco

Vasco

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

VASCO DAS PÁGINAS - COPA RIO-1954


Esta rapaziada estrava em grande forma e não tinha pena de mandar goleadas  
 
Em julho de 1951, a revista “O Globo Sportivo”  publicou às páginas 4 e 5 do número 648 extenso texto sobre as semifinais da Copa Rio.  Primeira disputa internacional no país, após a Copa do Mundo-1950, ela foi chamada pela publicação carioca de “Torneio Mundial de Clubes Campeões”, mesmo  não contando com convidados de peso, como o francês Racing, o inglês Tottenham, o escocês Hibbernian e o espanhol Atlético de Madrid, os três últimos ganhadores dos seus  certames nacionais – substituídos por Nice (campeão francês), Áustria (campeão austríaco), Estrela Vermelha, da então Iugoslávia, e Sporting (campeão português), que se juntaram ao uruguaio Nacional, de Montevidéu, ao italiano Juventus, de Turim, e ao paulistano Palmeiras.
BATEU FORTE - De acordo com a matéria, ao encarar a “Turma da Colina”, o Áustria  sofreu um “contundente revés”, diante de “uma técnica nova revolucionária, pegando um Vasco em plena forma”. Prossegue o redator contando que o visitante deixou-se dominar pelas “qualidades  inatas dos jogadores brasileiros no controle da bola, na rapidez dos movimentos, nas habilidades individuais, nas manobras de conjunto e de improvisação das jogadas”.
Por fim, informa a revista, que o time visitante, mesmo batido, foi um grande adversário. “Não parou em campo para ver time da casa se exibindo,  mas sentiu-se como atraído pela facilidade com que os vascaínos trabalhavam em todos os  setores da luta”.
O time cruzmaltino venceu o austríaco, por 5 x 1, jogando com: Barbosa, Laerte, Clarel, Ely, Alfredo II, Tesourinha, Ipojucan, Friaça, Maneca e Dajair (Noca). Na foto da matéria há a formação de uma outra partida (em pé, da esquerda para a direita) por Ely, Barbosa, Augusto, Danilo, Clarel e Alfredo II; (agachados, na mesma ordem) Tesourinha, Ipojucan, Friaça, Maneca, Djayr e o massagista Mário Américo.
Além  da goleada sobre o Áustria (05.07), os demais resultados vascaínos foram: 5 x 1 Sporting (01.07); 2 x 0 Nacional (08.07); 1 x 2 Palmeiras (12.07) e 0 x 0 Palmeiras (15.07), terminando em terceiro lugar
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário