Vasco

Vasco

terça-feira, 7 de novembro de 2017

TRAGÉDIAS DA COLINA - BANGUZADO

 Vasco e Bangu se encontram, em um sábado, pelo Campeonato Carioca-1954, no Maracanã. O torcedor cruzmaltino que foi ao jogo perdeu tempo. De acordo como Nº 866, da revista “Esporte Ilustrado”, de 11 de novembro, a pugna foi irritante.
Diz o texto de Waldo Moreira que o jogo do Vasco da Gama esteve “irreconhecível, pecando por falta de finalizações, porque, praticamente, nenhum atacante se salvou da mediocridade e nem apresentou o entusiasmo de outras jornadas”.
Pinga, clicado por "Esporte Ilustrado",  tentou pingar uma bola
na rede, mas ficou devendo 
O repórter criticou, também, os defensores vascaínos, escrevendo que eles estiveram “confusos, despachando mal (as bolas), complicando as jogadas mais banais e presenteando aos adversários por várias vezes”. Mais: “Individualmente, ....todos estiveram abaixo da crítica, péssimos sobre todos os pontos de vista”.
Não poderia rolar outra coisa: Vasco 0 x 2, em 6 de novembro, com 0 x 0 na primeira etapa, com renda de Cr$ 374 mil, 561 cruzeiros e 60 centavos, e arbitragem de Diego Léo.  O Vasco pisou na bola com: Victor Gonzalez, Paulinho de Almeida e Dario; Mirim, Laerte e Beto; Sabará, Maneca, Vavá, Pinga e Alvinho. BANGU: Fernando, Édson e Tórbis; Gavilán, Zózimo e Jorge; Miguel, Lucas, Zizinho, Décio e Nívio, estes dois últimos os autores dos gols.            

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário