Vasco

Vasco

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

A BELA MUSA DO DIA - NORMA BENGEL

Esta foto é da metade da década-1960, quando a atriz Norma Bengell era presença obrigatória na revista carioca “O Cruzeiro”, da qual foi reproduzida. Ela viveu até 2013 e foi uma das atrizes mais badaladas do cinema brasileiro.
À época da ditadura dos generais-presidentes, Norma vivia reclamando de perseguição. Em 1968, por exemplo, por levar ao teatro, em “Cordélia do Brasil” – peça de Antônio Bivar –,  uma mulher que se prostitui para sustentar o marido. 
 Durante uma encenação, no Rio de Janeiro, a  polícia chegou a atirar uma bomba de gás lacrimogênio dentro do teatro. Dois anos antes, as mulheres de Belo Horizonte a amaldiçoaram por causa do seu (primeiro no país) nu frontal do filme  "Os Cafajestes".
 De tanto ser detida pela ditadura militar, Norma exilou-se na França, em 1971. Em 2010, foi reconhecida como anistiada política.
Norma foi, também, diretora e acusada, pelo Tribunal de Contas das União, de irregularidades na prestação de contas dos recursos captados (R$ 2,99 milhões) para a produção do filme “O Guarani”. Ela teve bens bloqueados e foi indiciada pela Polícia Federal, mas sempre negou a acusação. 
 
At the time of the dictatorship of the generals-presidents, Norma lived complaining of persecution. In 1968, for example, for bringing to the theater, in "Cordelia of Brazil" - Antônio Bivar's play - a woman who prostitutes herself to support her husband. "The police even threw a tear gas bomb inside the theater where she staged in Rio de Janeiro.  Two years earlier, the women of Belo Horizonte cursed her because of her (first in the country) naked front of the movie "The Cafachestes."  Since being detained by the military dictatorship, Norma was exiled in France in 1971. In 2010, she was recognized as an amnesty policy.
Norma was also director and had problems with the Trbunal de Contas das União, which accused her of irregularities in the rendering of accounts of the funds raised (R $ 2,99 million) for the production of the film "O Guarani".
She had property blocked and was indicted by the Federal Police, but always denied the accusation.


Nenhum comentário:

Postar um comentário