Vasco

Vasco

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

VASCO DAS PÁGINAS - ARREPIOU 'URUBU'

A data 26 de novembro de 1950 foi das mais gloriosas para a torcida vascaína. Nela, no Maracanã, a "Turma da Colina" sapecou 4 x 1 Flamengo, em jogo do
 Foi uma tarde "tardaça" para o atacante alagoano Ipojucan. autor de três balançadas de rede – Alfredo dos Santos também bateu no filó, em jogo apitado por Geoffrey Sunderland, um árbitro inglês que era chamado pela imprensa só por Mister Sunderland.
Ipojucan esteve tão incrível durante aquele "Clássicos dos Milhões" – rendeu Cr$ 415.467,00 – que os seus três tentos saíram em um espaço de seis minutos, aos 23, 28 e 29. Inacreditável, pelo tamanho do clássico e a rivalidade entre os dois times. Nunca mais ninguém fez igual.
 Ganhar por goleada naquela temporada, no entanto, era comum para o Vasco, que mandara 9 x0 Madureira. 7 x 0 Canto do Rio; 6 x 0 São Cristóvão e o mesmo 4 x 0 pra cima de Olaria e Fluminense. Por isso, terminou bicampeão estadual, com 17 triunfos, em 20 compromissos, marcando 74 gols.
O Vasco do pancadão, treinado por Flávio Costa, desceu a porrada em seu maior rival, formando com: Moacyr Barbosa, Augusto da Costa e Laerte; Ely do Amparo, Danilo Alvim e Jorge Sacramento; Alfredo dos Santos, Manoel Marinho, o Maneca, Ademir Menezes Ipojucan Lins e Djayr Mazzoni, conquistadores do primeiro Estadual da "Era Maracanã".
OBS: Laerte, na verdade, chamava-se Nadidr Herlado Prates.
 
Vhe date November 26, 1950 was the most glorious for the Basque fans. In it, in Maracanã, the "Turma da Colina" sapecou 4 x 1 Flamengo, in game of the second round of the Carioca Championship.
It was a late afternoon for Alagoan striker Ipojucan, who scored three goals in the net - Alfredo dos Santos also hit the pitch in a game whistled by Geoffrey Sunderland, an English referee who was called by the press only by Mister Sunderland.
Ipojucan was so incredible during that "Classics of the Millions" - he earned Cr $ 415,467.00 - that his three goals came out in a space of six minutes, at 23, 28 and 29. Unbelievable, because of the size of the classic and the rivalry between the two teams. Nobody else ever did the same.
 
To win by thrashing that season, however, was common for Vasco, who had also sent Maduraira 9 x 0. 7 x 0 Canto do Rio; 6 x 0 Saint Kitts and the same 4 x 0 Olaria and Fluminense.

 So he finished two-time state champion, with 17 wins, in 20 appointments, scoring 74 goals.The Vasco do Pancadão, trained by Flávio Costa, came down in his biggest rival, forming with: Moacyr Barbosa, Augusto da Costa and Laerte; Ely do Amparo, Danilo Alvim and Jorge Sacramento; Alfredo dos Santos, Manoel Marinho, Maneca, Ademir Menezes Ipojucan and Djayr, conquerors of the first State of the "Era Maracanã".
DETAIL: Laerte, in fact, is called Nadir Heraldo Prates.




 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário