Vasco

Vasco

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

HISTORI&LENAS DA COLINA - BAIXOTES

Geovani foi o baixinho que mais cresceu. A revista Placar" o
considerou "o cara" de uma temporada, o que foi destacado,
também, pelo grande importante www.netvasco.com.br
 O Vasco da Gama iniciou a temporada-1982 com uma fato que os malandros apelidaram por "Branca de Neve e os Sete Anões": contava com um atacante alto, como referência na área, cercado por baixinhos por todos os lados.
A "Branca de Neve" seria o artilheiro Roberto Dinamite, medindo 1m84 centímetros de altura ideal para brigar com os zagueirões de Flamengo, Fluminense e Botafogo, todos com mais de 1m80cm.
Já os sete anões seriam o meia Arthurzinho, de 1m62cm; o ponteiro-direito Mauricinho, de 1m63cm; o atante Marquinho, de 1m68cm, e os volantes Pires e Geovane, ambos medindo 1m69cm, a mesma estatura do atacante Mário e do lateral-esquerdo Aírton.
 Mas não ficava só nisso. Também, o treinador Edu Coimbra, que fora atleta vascaíno, na década-1970, figurava no time dos baixinhos, com 1m63cm. Ainda bem que altura não era documento no futebol brasileiro de antigamente, quando havia muitos craques.
 Tanto que o baixinho Arthurzinho fora o segundo artilheiro do Campeonato Carioca-1983, marcando 18 gols, só quatro a menos do que o principal "matador", o americano Luisinho Lemos.
Dos  sete "anões" da Colina que ainda poderiam ganhar alguns centímetros, só havia Geovane, de 19 de idade.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário