Vasco

Vasco

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

HISTORI&LENDAS DAS COLINA - INGLESES

1 - Em 1948, o Vasco venceu o Southampton, da segunda divisão inglesa, por 2 x 1, em São Januário. Em 1949, no mesmo local, o vencido foi o Arsenal, um dos times mais fortes do mundo e o primeiro da primeira divisão inglesa a visitar o Brasil. A "Turma da Colina" armou um sambinha pra cima dos visitantes, e o venceu, por 1 x 0, em 25 de maio. Depois daquilo, Vasco e Arsenal voltaram a se encontrar por mais duas vezes: em 1951, goleada vascaína, por 4 x 0, no Maracanã, com gols de Tesourinha, Ademir Menezes, Friaça e Djayr, e, em 1980, só 2 x 1, com Paulo César “Caju” e Roberto Dinamite explodindo as redes, em Belgrado, na antiga Iugoslávia, hoje Sérvia.
         NO BOTECO DA COLINA PENDURA-SE A CONTA DOS INGLESES.

2 - Em 28 de janeiro de 1951, o Vasco venceu o América, por 2 x 1, no Maracanã, e tornou-se o primeiro campeão carioca dentro daquele estádio, com dois gols de Ademir. O jogo foi apitado por Carlos de Oliveira Monteiro rendeu Cr$ 1.577.014,00 e a Turma da Colina jogou com: Barbosa, Augusto e Laerte; Eli. Danilo e Jorge; Alfredo, Ipojucan. Ademir. Maneca e Djair.
               CAMPEÃO ATRASASINHO. O TÍTULO ERA DE 1950,

3 - O atacante Célio Taveira Filho trocou o Vasco,  pelo Nacional, de Montevidéu, em 1967, e tornou-se um dos maiores ídolos do futebol uruguaio, pelos cinco anos que passou por lá. Saiu de São Januário campeão do Torneio Pentagonal do México-1963, da Taça Guanabara-1965 e do Torneio Rio São-Paulo-1966. Em 2000, no seu centenário, o clube uruguaio o localizou na Paraíba e exigiu a sua presença nas comemorações. Célio foi, por lá, tema de tango.
               CÉLIO FOI UM GOLEADOR QUE NÃO DEU SAMBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário