Vasco

Vasco

quarta-feira, 4 de abril de 2018

3 - CHARGISTAS NO ESPORTE - ZIRALDO

A partir da virada da década-1960 para a 1970, o mais famoso chargista brasileiro passou a ser  Ziraldo Alves Pinto, que  sempre gostou de futebol. Torcedor do Flamengo, ele diz só saber escalar um time pela formação que os “speakers” radiofônicos anunciavam  na década-1950, o 3-3-5, que tinha, por exemplo, na Copa do Mundo-1958: Gilmar, De Sordi e Bellini; Nílton Santos, Zito e Orlando; Garrincha Didi, Vavá, Pelé e Zagallo.
Reprodução de www.saraiva
Nascido em 24 de outubro de 1932, na mineira Caratinga, Ziraldo começou a vida artística pela `Folha da Manhã`, atual `Folha de São Paulo`, em 1954, fazendo coluna humorística. Sua fama  nacional ganhou mais vigor ao  passar pela revista ”O Cruzeiro” e o “Jornal do Brasil”, ambos cariocas. 
Entre os principais personagens de Ziraldo estão “Jeremias, o Bom”, que virou um luxuoso livro, ” Supermãe” e “Menino Maluquinho” que, além de livro, foi parar nas telas do cinema.
Do rol de suas charges esportivas, uma mexeu muito com a torcida do Vasco da Gama. O time cruzmaltino havia perdido para o pequeno Londrina, do Paraná, dentro de São Januário, durante a tarde em que o estádio do clube recebeu o seu maior público de sua história.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário