Vasco

Vasco

quarta-feira, 11 de abril de 2018

7 - CHARGISTAS NO ESPORE - AFO




Afo reproduzido de
 www.otempo.com.br
 Afonso Celso Duarte era o verdadeiro nome do chargista Afo, como assinava. Viveu por 73 temporadas e  trabalhou por mais de 25 para o jornal ‘Estado de Minas’. Em seus últimos tempos de vida, ele chargeou para o caderno de esportes do jornal ‘Aqui’, em parceria com Son Salvador. 
Torcedor do América, Afo ilustrou, também, para a revistas do Cruzeiro e o "Diário de Minas".  Um detalhe de seus personagens era o enorme nariz arredondado. Considerado um craque no traço, ele provocava mais humor do que irritação, segundo os colegas. Um deles, Son Salvador lembra que o amigo coloria os seus desenhos à mão, desprezando o computador. “O que a gente via no jornal, era a arte dele. A mão do Afo", enfatizou. 


1 - Aconteceu em um 8 de novembro: o primeiro gol de Jardel e o último de Edmundo com a camisa vascaína. Coincidentemente, também, em jogos com o mesmo placar de 1 x 0 e ambos  saindo do banco dos reservas. 

2 - O grandalhão Jardel "primeirou" em VASCO 1 X 0 OLARIA, pelo segundo turno do Estadual-1992, na Rua Bariri. Só 6.400 pagantes testemunharam o feito de Jardel, aos  83 minutos. Na ocasião, Joel Santana dirigia esta rapaziada: Carlos Germano; Luis Carlos Winck, Jorge Luis, Alexandre Torres e Cássio; Luisinho Quintanilha, Leandro, Bismarck e William (Tinho); Valdir 'Bigoder' (Jardel) e Edmundo. 

  Reprodução da capa de Placar 
Nº 1157, de 11.11.1999. 




3 - Edmundo "ultimou" nas redes para o "Almirante" pelo Brasileirão-2008, também, na Colina. Rolou em VASCO 1 X 0 SANTOS, diante de  21.310 pagantes, com o tento saindo aos 73 minutos (28 minutos da etapa final). Seu chefe era Renato "Gaúcho” e a rapaziada do dia era: Rafael; Eduardo Luiz, Jorge Luiz, Odvan (Edmundo) e Wagner Diniz; Jonílson, Mateus (Leandro Bonfim), Madson e Rodrigo Antonio; Alex Teixeira e Leandro Amaral. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário