Vasco

Vasco

terça-feira, 1 de maio de 2018

HISTORI&LENDAS DA COLINA - SUPERIOR

Reprodução de capa a Revista do Esporte
1 - Na temporada carioca-1947, o Vasco não fez mais do que a sua obrigação goleando quem aparecesse pela frente. E foi super superior à concorrência. Naquele Estadual, só maltratou: 14 x 1 Canto do Rio; 5 x 1 São Cristóvão; 5 x 3 Fluminense e 5 x 2 Flamengo, só para citar poucas goleadas. Por isso, foi campeão invicto, com 17 vitórias e três empates. Tempos em que o goleirão Barbosa começava a ser o melhor do Brasil.

2 - Em 10 de agosto de 1946, o Vasco mandou 5 X 1 América.  Se o “Diabo” dizia que era quente, o "Almirante" foi fervendo para cima dele, pelo Estadual, em um sábado infernal, em São Januário. No dia, Santo Cristo virou o capeta e marcou dois gols – Lelé (2) e Dimas completaram o serviço.


3 - Coincidentemente, a data 9 de agosto contempla três vitórias internacionais cruzmaltinas: VASCO 2 X 1 ARSENAL, terceiro triunfo sobre o adversário inglês. Em em um sábado, pelo Torneio de Belgrado, na antiga Iugoslávia, em 1980, com Paulo César ‘Caju’ e Roberto Dinamite comparecendo às redes – os outros triunfos foram por 1 x 0, em 25 de maio de 1949, e por 4 x 0, em 12 de junho de 1951, ambos no Rio de Janeiro; VASCO 5 X 0 MARÍTIMO teve Roberto Dinamite explodindo dois petardos nas redes portuguesas. Amauri, Silvinho e Ticão completaram o serviço, feito em um domingo, no Estádio dos Barreiros. Valeu pelo Troféu Autonomia, do Torneio Ilha de Funchal, em 1981; VASCO 2 x 1 HAMBURGO rolou no Estádio do Bessa, na portuguesa Porto, pelo Torneio Cidade do Porto, em 1992. Bismarck abriu o placar, aos 42 minutos do primeiro  tempo. Júnior, aos 20 do segundo, fez o outro. 




   

Nenhum comentário:

Postar um comentário